quinta-feira, novembro 15, 2012

Preservação



Não há maior incongruência do que manter perto, socializar ou coexistir em redes sociais com quem declaradamente para outros, para terceiros diz, manifesta, que não nos quer bem, ou nos quer duma forma distorcida, pois afinal falar mal de alguém e dizer que aprecia muito esse alguém é distorção de valores e emocionalmente denota um desequilibro claro.

Assim cabe a cada um de nós, decidir se é razoável e saudável manter em contatos cercanos ou não essas pessoas, pessoas que por alguma razão deixaram o estágio da amizade e migraram a um outro aonde a maledicência se torna pauta.

Que isto seja incompreendido por parte das pessoas das quais optamos por distanciar-nos é normal. Afinal do ponto de vista delas, elas nada de ruim fazem, e somos loucas ou neuróticas por achar ruim esse zum-zum-zum, esse barulho semelhante aos das abelhas africanas prestes ao ataque, perto de nós, rondando nosso espaço, carregado de ironias, de posturas dúbias, e pior de energias desconexas entre o que elas, as pessoas chegam a dizer e manifestar a nós, e o que elas, as pessoas de fato dizem sobre nós em seus pequenos ou grandes coletivos, na crença de que ignoramos essa realidade.

O que me é incompreensível é que se incomodem por sairmos da cena, da cena próxima a elas. Pois se tão mal faladas somos por elas, por quais motivos DEVEMOS manter uma situação incômoda, falsa, e patética de convivência com elas, com essas pessoas que nos enxergam carregadas de defeitos?

Por diversos motivos coleguismos, e amizades tomam rumos distintos, evoluem ou fenecem, isso É normal. Antinatural é desejar manter por perto, ter acesso a nosso mundo, se não nos consideram dignas do seu respeito [falar mal de "amigos" é falta de respeito].

Eu em particular quando confrontada com isso, com toda essa situação optei neste meu hoje por deixar a cena, sem alardes, sem dramas, sem eternas discussões da relação amizade, sem cobranças [afinal você já deu espaço "n" vezes para que a pessoa finalmente assuma que não lhe é sincera, leal, e a resposta sempre foi "não é/foi sobre você, ou não é isso]. 
Então tá, você por fim aceita que o tempo é outro, o status quo é outro. E sem mais. 

Então recai sobre a cabeça [a nossa] a cobrança do "por quê" a gente some sem explicar nosso sumiço, por quê a gente não justifica o motivo para não conseguir aguentar mais que aquela amig@ fale poucas e boas sobre sua pessoa... Parece brincadeira mas não é.

Eu, Luciana, parto e ponto. 
Não leva a nada iniciar longos e reincidentes debates sobre a razão de tanta discórdia, principalmente quando se conhece bem o discurso, aonde há mil e um motivos que nos tornam merecedoras do fato [da maledicência, do falatório], por que é isso, no fundo devemos ficar bem quietas e caladinhas, por que essas pessoas possuem toda a razão do mundo para vilipendiar, fazer piadinhas sobre nós, ridicularizar e empenhar-se em campanhas contra nós...
Somos culpadas e merecemos o cadafalso que elas erigiram...
Foto
Bem no meu mundo não é assim, eu simpatizo com uns e com outros não, e com esses que não falam minha língua eu creio ser cordato deixar em paz. 
Assim vivemos e deixamos viver.

Mas confesso algo, eu respeito muitíssimo mais um antipático declarado, que uma amizade dissimulada e sonsa.

Então vamos seguir em frente sem dramas, sem vozes baixas cochichando, nem as minhas nem as dos outros, vamos viver e deixar viver.

Nem eu sou o centro do mundo, nem ninguém.

Mas por favor, respeitem minha saída da cena, sem alardes.



Luciana Onofre

7 comentários:

  1. só um comentário a respeito:
    Sejamos adultos! maduros e responsaveis por nossas palavras

    TQM !

    ResponderExcluir
  2. yo te quiero muuuuuuuuucho, a toda costa!

    ResponderExcluir
  3. Vivi, recentemente está necessidade de cisão.
    Fato é que não podemos adivinhar quem saberá se comportar, no mínimo, com a devida "etiqueta" mas temos, sem dúvida alguma, o dever de proteger nossa intimidade afastando estas pessoas.
    :) obrigada Luciana, pois me restava um rastro, um sentimento de culpa por desatar os nós mas esta culpa se foi, por completo.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela atitude, ela é muito mais madura do que pensa a maioria, pq estás pensando em vc e tb na pessoa que quer longe, na verdade se resguardando contra mais conversas fiadas. Essa atitude de sair de cena sem dar maiores explicações, seja na web ou na vida real, é ótima, pq como aprendi com vc, dar conversa para um assunto que sabe que se repetirá inúmeras vezes, é perda de tempo.

    ResponderExcluir

pensados e proferidos